Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Woman in Politics

Millennials are changing the future of politics

Millennials are changing the future of politics

A Woman in Politics

12
Jan19

Politiquices

O tema do momento é o terramoto no PSD, que é aquilo que todos já sabemos... Se não fosse Montenegro seria outro qualquer, e se Montenegro não se chegasse à frente agora talvez ficasse riscado para futuras lutas partidárias.

Politicians being politicians.

Contudo, aqui o tema também se estende ao CDS.

Os centristas desde as legislativas de 2015 até agora mantiveram a sua posição e viram a sua liderança ocupada por um rosto da linha de Paulo Portas. Não houve, portanto, grandes tumultos.

Com a subida de Rio à liderança do PSD e com o seu “giro” para o centro-esquerda, seria expectável que Assunção Cristas se tornasse o rosto da direita e cada vez mais uma opção de voto para esses eleitores.

Isso não aconteceu.

O Expresso dá os resultados do estudo da Eurosondagem para janeiro em que o CDS não descola, sendo opção de voto para apenas 7,1% dos inquiridos. PSD, CDS e Aliança totalizam 35,9% dos votos. Estes votos não podem ser considerados votos de direita, não com os votos do PSD de Rio.

Por isso, se o PSD de Montenegro for para a frente, a pergunta que se impõe é: a quem vai “roubar” eleitorado nas eleições que se avizinham?

 

05
Out18

PSD, o castelo de cartas

A comoção interna do PSD deixou há muito de ser divertida para se antever trágica.

Já não bastava a saída de Pedro Santana Lopes para criar um novo partido à direita, e a dissidência de alguns militantes laranja (menos conhecidos, reconheço), como também já temos o "Manifesto X" de Pedro Duarte, o "Movimento Chega" de André Ventura, e agora o Semanário Expresso noticia que Miguel Morgado quer lançar um movimento alternativo a Rui Rio.

No meio disto tudo, Luís Montenegro, que vem sendo apontado como o rosto para substituir Rio, diz que não quer avançar antes das eleições. Trocando por miúdos, quer chegar-se à frente depois da derrota eleitoral do PSD...Não é dificil perceber porquê...

Contudo, com o passar do tempo, Montenegro vê as suas hipóteses reduzirem-se (deixa de ser “útil”) e o regresso de Passos Coelho torna-se cada vez mais uma possibilidade para essa “linha de pensamento” do PSD.

Tic tac

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • cheia

    Mas, na legislatura anterior, tinha só um deputado...

  • A woman in politics

    O PAN elegeu mais do q um deputado

  • cheia

    Por que razão é que o PAN. foi exceção!

  • Maria

    Pelos vistos é! Espero que a dita comissão resolv...

  • Anónimo

    a comissão paralamentar vai resolver

Mensagens

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D